Login

Register

Login

Register

História do basquete de rua e suas regras básicas

Teve o seu surgimento oficial no Rio de Janeiro em 2001, no cais do porto, onde a quadra era dentro do Armazém 5.

É um esporte que transita entre o chamado streetball (EUA) e o basquete tradicional, sendo muito praticado pelas comunidades localizadas nas favelas e nos bairros mais pobres.

Esse tipo de prática esportiva possui parceiros culturais como o Hip Hop, o skate, o grafitismo e a dança de rua. Na realidade, trata-se de uma manifestação cultural e social de uma parte da população que faz das artes e dos esportes uma forma de reivindicações políticas, sociais e culturais.

No ano de 2002, a CUFA (Central Única das Favelas), que sempre encarou o esporte como uma grande forma de promover a autoestima da população, que promove a cultura e educação nas favelas de todo o Brasil, criou o primeiro campeonato de basquete de rua na América Latina.
A partir da criação da Liga Brasileira de Basquete de Rua, esse novo esporte foi proliferando pelo território nacional, ganhando inúmeros adeptos.

Muito conhecido como basquete-arte, marcado por jogadas geniais e dinâmicas de jogo diferenciadas, o basquete de rua não se prende às regras convencionais do basquete tradicional, pois a palavra de ordem é “liberdade”.

 

Regras básicas

As regras são determinadas pela Liga Brasileira de Basquete de Rua (LIBBRA), que se transformou em instituição em 2009, sendo seguidas pelas ligas estaduais.

 

Regras do Basquete de Rua

1) Tamanho da quadra: 12X22 m.

2) Número de jogadores: 4 titulares e até 3 reservas.

3) Tempo de jogo: seletivas estaduais são 2 tempos de 8 minutos e 30 segundos e finais são 3 tempos de 10 minutos.

4) Manejo de bola: só não poderá andar com a bola na mão, apenas quicando e usando passes e dribles. Contudo, manobras como esconder a bola embaixo da camisa é permitida.

5) Tempo de permanência com a bola: na defesa não mais do que 8 segundos, dentro do garrafão adversário sem bola, não mais do que 3 segundos, cada jogador pode ficar no máximo 5 segundos com a bola na mão e tempo máximo da equipe com a bola é de 20 segundos.

6) Manobras: todos os tipos de malabarismos com a bola são permitidos, até mesmo os realizados com os pés, cabeça e peito, desde que estimule a versatilidade e a criatividade. O jogador só poderá andar com a bola exclusivamente para mostrar habilidade e não para fazer a cesta.

7) Altura dos aros: 3,07 m do chão.

8) Pontuação: 1 ponto para lance livre, arremesso na frente da linha dos 2 pontos, caneta, apagão. 2 pontos para a enterrada, arremesso atrás da linha dos 2 pontos e antes da linha dos 3 pontos. 3 pontos, para enterrada com ponte aérea e arremessos atrás da linha dos 3 pontos e antes da linha da metade da quadra. 4 pontos para arremessos atrás da linha do meio da quadra.

9) Empates: A partida não poderá terminar empatada. Caso isso ocorra haverá um tempo onde será decretado vencedora a equipe que abrir 3 pontos de vantagem do adversário.

10) Marcação: não é permitida a marcação por zona, apenas a individual.

11) Faltas: cobradas na lateral da quadra e quando o jogador estiver no ato do arremesso será lance livre. Coletivas, todas faltas serão lance livre e quando o jogador tiver cometido 4 faltas, deve ser substituído e não poderá mais voltar nesse jogo.

12) Punições: são várias e a mais rigorosa, relata que o jogador que brigar, fizer uso de drogas ou se apresentar alcoolizado no local do jogo será punido por exclusão do campeonato ou de qualquer outro por até 5 anos.

13) Cartões: amarelo como advertência. Azul como penalidade, devendo o jogador permanecer 1 minuto no banco sem substituto na quadra e será computado 1 ponto para a outra equipe. Vermelho, no caso de agressão, sendo expulso da partida, sua equipe jogando 1 minuto e meio com 1 jogador a menos e 2 pontos para a equipe adversária.

14) Árbitros: 3

15) Mesário: responsável pela súmula do jogo.

O basquete de rua visa a liberdade, criatividade e versatilidade total no estilo de jogo, porém jamais tendo atitudes que humilhem o adversário.

fonte: https://www.portaleducacao.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp chat